jusbrasil.com.br
20 de Fevereiro de 2018

INSS deverá fazer pente fino em cerca 23.990 benefícios por incapacidade no Estado do Espírito Santo

Fique atento à convocação para perícia e ao direito de recorrer da possível decisão desfavorável do INSS.

Segundo notícias veiculadas pelo Ministério do Desenvolvimento Social, espera-se que para o ano de 2018 o INSS efetue a revisão de cerca de 23.990 benefícios por incapacidade no Estado do Espírito Santo.

A ação será tomada no intuito de averiguar a existência de segurados que já recobraram sua saúde, mas mesmo assim continuam recebendo benefícios de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez.

Caso convocado, o segurado deverá obrigatoriamente se submeter à perícia marcada, sob pena de suspensão do benefício. Na hipótese de o segurado não conseguir comparecer no dia e horário designados, deverá apresentar justificativa perante à Agência da Previdência Social que lhe convocou.

Chamamos atenção para o fato de que caso o segurado não concorde com o parecer da perícia médica do INSS, poderá o mesmo recorrer administrativamente da decisão que cancelar o benefício ou ajuizar demanda judicial para requerer o seu restabelecimento.

0 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)